“Onde estavas tu…” no 25 de Abril?!

Eu só tinha 6 anos…e lembro-me de me irem buscar à escola….
Recordo é o que a minha mãe e irmã contaram sobre esse dia…
Mas pelo menos sei o que foi o 25 de Abril!

E tu, onde estavas?

Anúncios

3 Responses to ““Onde estavas tu…” no 25 de Abril?!”


  1. 1 fiofania Abril 22, 2005 às 7:46 pm

    bem, eu ainda cá não andava, mas tb sei o que é o 25 de ABRIL, e segunda-feira lá andarei eu com um cravo vermelho na mão. VIVA A LIBERDADE! a todos um beijo com sabor a democracia!

  2. 2 Uther Abril 25, 2005 às 1:35 pm

    Tinha eu sete anos, e já não me lembro se me foram buscar à escola ou se vim para casa a pé e sozinho, pondo em perigo a própria vida. Tinha havido uma revolução, mas sabia lá eu o que era isso!?.

    Andavam todos num grande alvoroço anseando por notícias: não se podia interromper os pais enquanto ouviam as notícias na televisão ou na rádio, os célebres comunicados do MFA, pois as consequências seriam terríveis.

    A partir daí, recordo-me das palavras de ordem e das frases carismáticas:

    “O POVO, está, com o M.F.A.”
    para mim mais conhecida (importante dizer com as pausas certas)

    “A TERRA É DE QUEM A TRABALHA”

    “ABAIXO A REACÇÃO”

    “MORTE AO FASCISMO!”

    “FORÇA CAMARADAS”

    🙂

    Contudo, a mais bela recordação, aquela pela qual tenho um carinho tão especial está relacionada com “as canções de Abril”. Havia uma que me era muito apelativa, por ser imensamente bela, e que dizia:

    “Ontem apenas
    fomos a voz sufocada
    dum povo a dizer não quero;
    fomos os bobos-do-rei
    mastigando desespero.

    Ontem apenas
    fomos o povo a chorar
    na sarjeta dos que, à força,
    ultrajaram e venderam
    esta terra, hoje nossa.

    Uma gaivota voava, voava,
    assas de vento,
    coração de mar.
    Como ela, somos livres,
    somos livres de voar.

    Uma papoila crescia, crescia,
    grito vermelho
    num campo cualquer.
    Como ela somos livres,
    somos livres de crescer.

    Uma criança dizia, dizia
    “quando for grande
    não vou combater”.
    Como ela, somos livres,
    somos livres de dizer.

    Somos um povo que cerra fileiras,
    parte à conquista
    do pão e da paz.
    Somos livres, somos livres,
    não voltaremos atrás.”

    Cantavamos esta canção na escola, alunos e professores, e quando o fazíamos, tudo, mas tudo transbordava de emoção e alegria!

    🙂

  3. 3 ponto azul Abril 26, 2005 às 10:30 am

    Obrigada fiofania pela participação!Bjs 🙂

    Obrigado Uther, pela visita e pela dádiva desta canção tão bonita que me tinha esquecido…Bjs 🙂


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Calendário

Abril 2005
S T Q Q S S D
« Mar   Maio »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Visitantes

  • 447,728 hits

Top Clicks

  • Nenhum

Entradas Mais Populares


%d bloggers like this: